Fale Conosco

Já não há mais dúvida de que alguém no Coletivo Ricardo Coutinho vem sabotando a carreira política do prefeito Luciano Agra. Resta agora saber quem e por que.

Voltemos um pouco no tempo. Ricardo era prefeito e não deva ouvidos a ninguém a não ser ao seu reflexo no espelho, Nonato Bandeira.

Com a posse de Agra a tempestade se dissipou, Executivo e Legislativo voltaram a dialogar.

Discreto e tímido, o prefeito começou a conquistar simpatias por ser o avesso do antecessor.

Que era ele o arquiteto por traz do político todos já sabiam; o que não sabiam era que ele poderia ter luz própria e voar.

E aí, justamente aí, começa o nosso “ponto de interrogação” a trabalhar na sabotagem da imagem de Agra.

Quem esteve por tras daquela ação desastrosa do Aeroclube? Que cochichou no ouvido dele de um superior que a desapropriação da Fazenda Cuiá por 11 milhões matava dois coelhos com uma cajadada?

Quem faz setores da mídia bater em Agra ao deixar passar críticas pontuais?

E a pergunta final: porque esses setores da mídia deixam vazar críticas desconstruindo Agra se blindam com laminas de aço o nome de Ricardo?

A resposta só pode ser uma: Nonato Bandeira, secretário de Comunicação, desmoraliza Agra para se fortalecer como um vice necessário ou como o próprio candidato do governador a prefeito da Capital.

Em tempo: preste atenção em notinhas que são plantadas em colunas de aliados do secretário ou em ações de mídia desconstruindo o prefeito publicadas ou repercutidas onde estão proibidas críticas ao governador.