Fale Conosco

A candidata do PP parece ondular acima da Lei. Digo isso porquê a Rádio Cariri, de propriedade do ministro Aguinaldo Ribeiro, irmão de Daniella, passa 24 horas do dia fazendo política partidária e veiculando notícias do interesse do Grupo Ribeiro e  desfavorável aos adversários. É um guia eleitoral extemporâneo desde Julho de 2011 e ninguém faz nada.

Como se não bastasse, ainda tocam blocos musicais com referências a candidata, a exemplo da música da banda Biquini Cavadão, intitulada Daniella, que virou um hit atual e repetida a exaustão umas dez vezes por dia, apesar de ter sido sucesso na década de 90.

Mais duas músicas tocam encarrilhadas na programação, “Vesti Azul”, que faz referência subliminar a cor da candidata, e “Independente futebol clube”, que faz uma referência ao conceito da campanha.

Duvidam? Peçam a fita com a programação gravada que lá poderão flagrar a afronta.

O que me deixa com uma pulga na orelha é o fato de essa afronta ser uma coisa notória e que todo mundo em Campina Grande sabe, mas até agora a Justiça Eleitoral não se manifestou. 

Concessão pública, a Cariri poderá sofrer punição pesada se continuar desrespeitando a legislação. Apesar de ser “rádio de ministro”, como dizem no ar seus apresentadores, não está ou não deveria está acima da Lei. 

Com a palavra a Justiça eleitoral e o Ministério Público, que até agora não foram provocados por nenhum partido, mas estão sendo notificados publicamente por esse blog. 

A não ser que forças ocultas estejam operando para manter o Judiciário de olhos vendados para um lado e abertos para outros. Quem será essa sombra com tantos poderes?

Mas aí a coisa vira caso para o Conselho Nacional de Justiça.