Fale Conosco

Um total de 40 dos 81 senadores assinaram uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que veda a prática de nepotismo na Administração Pública Federal para determinados casos, o que atingiria em cheio o filho do presidente Jair Bolsonaro – impedindo a indicação do deputado Eduardo Bolsonaro para Embaixada em Washington.

A PEC é de autoria do senador Styvenson Valentim (PODE-RN) e aponta que a decisão na Casa vai ser disputada voto por voto, já que para que o nome de Eduardo seja aprovado, é preciso ter voto favorável de metade mais um dos presentes em plenário. Ou seja, com todos os senadores presentes e votando, seriam necessários 41 votos favoráveis.

Da redação com informações da Folha de São Paulo.