Fale Conosco

A ocupação em protesto contra a nomeação de Valdiney Veloso Gouveia, último colocado na consulta online, para reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) completa um mês hoje (5). Os estudantes ocupam os arredores da reitoria no campus I instituição.

Os alunos afirmam que só sairão do local quando a nomeação do novo reitor for revogada e a Chapa 2, de Terezinha Domiciano e Mônica Nóbrega, vencedora da consulta online e líder da lista tríplice do Conselho Universitário (Consuni), tomar posse da reitoria. Procurados pelo G1, o reitor da universidade e representantes da sua gestão não se manifestaram até a divulgação da matéria.

A ocupação se chama “Ocupação Alph”, em homenagem ao estudante da UFPB encontrado morto em fevereiro.

A nomeação de Valdiney foi publicada em 5 de novembro pelo Diário Oficial da União (DOU) e assinada pelo presidente Jair Bolsonaro. O docente foi o último colocado na consulta on-line entre os professores, técnico-administrativos e alunos, com soma ponderada e normalizada de 106,496. Além disso, Valdiney não teve nenhum voto durante a formação da lista tríplice pelo Consuni.

No mesmo dia da nomeação, 5 de novembro, alunos, técnicos, professores e integrantes do movimento estudantil realizaram um ato contra a decisão e mais tarde, alguns manifestantes ocuparam o pátio da reitoria, como forma de protesto.

G1 Paraíba