Fale Conosco

É no mínimo muito estranho que um senador que só chegará a metade do mandato em fevereiro próximo esteja com tanta sede para deixar o Legislativo e se aboletar num cargo vitalício no Tribunal de Contas da União.

Destaque nacional, o paraibano que mais aparece na mídia nacional, Vital do Rego tem colocado o carro na frente dos bois e essa pressa tem chamado a atenção dos petistas no Congresso e da própria Presidente Dilma.

Presidente da CPI mista da Petrobras, o paraibano tem sido alvo de críticas dos congressistas, acusado de travar propositalmente o andamento dela.

E agora como o indicado do PMDB para o TCU, justamente para ser o relator das contas da Petrobras, acaba atraindo os holofotes da mídia para os métodos utilizados para alcançar seus objetivos e o porque da pressa em desembarcar do mandato popular lhe conferido em 2010 para um período de oito anos.

PT E DILMA CONTRA

Corretíssima a posição do PT e de Dilma, fisiologista ao extremo a ambição do PMDB e do senador Vital. Se Dilma aceitar a pressão ao olhos de todos se confirmará que houve um escambo.

Entendo a preocupação do senador Vital com a baixa performance nas urnas, pouco mais de 100 mil votos. Mas, ainda é muito cedo para ele vestir a carapuça de que não tem chance de reeleição.

Invocando a lucidez, a moral e os bons costumes, Vital precisa ser republicano e sutil na hora de exigir o que acha que lhe cabe. Botar a faca no pescoço da República para ter as suas necessidades atendidas pode acabar atraindo todo o governo para um xeque mate aplicado pela oposição e outros setores que se movimentam nas sombras e só querem um motivo para justificar uma intervenção militar.

Se Dilma ceder, dança.