Fale Conosco

Quem se engana com o lado flor de laranja que Bolsonaro ostenta quando quer conseguir alguma coisa, certamente vai se surpreender com essa declaração odiosa que ele fez ao seu ministro da Casa Civil, recomendando perseguição ao governador da Paraíba. “Esse governador de Paraíba é pior que o do Maranhão. Não tem que ter nada para ele”, afirmou Bolsonaro, minutos antes de dar uma coletiva à imprensa, onde mais uma vez desmentiu a ele mesmo sobre o caso da fome do brasileiro.

O presidente deveria lembrar que João Azevedo é governador de um Estado e que nesse Estado tem gente que mata e morre pelo “Mito”.

A recomendação, além de mesquinha, é perversa e mostra o exato tamanho desse homem que se elegeu presidente da República, sem ter bagagem para assumir uma Prefeitura do mais escondido interior do país. Com informações Blog do Tião.