Paraíba

Presidente estadual do PROS, André Amaral, rebate ataques políticos e presta contas em Patos

O presidente estadual do PROS na Paraíba, André Amaral, participou nesta terça-feira (6), do programa jornalístico Sertão Notícias do portal www.sertaototal.com.br apresentado por Airton Alves, Bertrand Chaves, Marcelo Negreiros e Iluska Nóbrega, em Patos, no Sertão paraibano.

Na oportunidade, André Amaral, pai do deputado federal André Amaral (MDB), fez uma prestação de contas das emedas que somam mais de R$ 15 mi, destinadas pelo seu filho ao município de Patos. Recursos que serão investidos pelo prefeito Dinaldo Filho (PSDB) em várias obras estruturas como, a construção de um novo Terreiro do Forró.

O presidente estadual do PROS aproveitou a entrevista para rebater os ataques feitos à atuação do deputado federal André Amaral na cidade de Patos depois da destinação das emedas parlamentares que beneficiarão a população. “André Amaral é um jovem de 27 anos, tem um nome limpo, nunca foi preso pela Polícia Federal, destinou mais de quinze milhões de reais para a cidade de Patos porque aposta na administração do prefeito Dinaldinho”, disse André Amaral, o pai.

Ele também defendeu o nome da primeira-dama de Patos, Mirna Wanderley, como vice-governadora, indicada pelo PROS, e revelou que manteve conversações com o presidente do PSB, Edvaldo Rosas, com o secretário de Estado João Azevedo, e com o senador José Maranhão (MDB), sendo que este último mostrou-se interesse no nome de Mirna Wanderley em compor a chapa majoritária.

Com relação ao nome do empresário Gustavo Wanderley, que pode ser indicado como o candidato a deputado estadual pelo grupo do prefeito Dinaldo Filho, André Amaral confirmou que convidou o empresário para ingressar no PROS e fazer dobradinha com o deputado federal André Amaral.

Acompanharam a entrevista os vereadores patoenses, Ramon Pantera (PODEMOS), Suélio Caetano (PODEMOS), Góia (PV), Toinho Nascimento (PSDB), e o empresário Leudo Melquíades, pai do vereador Jefferson Melquíades (PRB), líder do governo municipal na Câmara de Vereadores.

Fonte: Portal Sertão Total

Tags: Tags: