Fale Conosco

Em meio à discussão que teve com o deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança (SP) na semana passada, no grupo do PSL, o presidente da sigla, Luciano Bivar (PE), disse que o parlamentar estava orientado por “uma rapina” quando buscou assinaturas para destituí-lo do comando do partido.

Bivar também afirmou que tem experiência para se livrar “das raposas que querem tomar o partido”. Segundo aliados, as estocadas eram direcionadas para Karina Kufa, advogada do PSL. Integrantes do sigla acham que ela é quem tem incentivado Jair Bolsonaro a exigir mudanças na legenda.

A informação é da coluna Painel da Folha de São Paulo.

Da redação