Fale Conosco

O jornalista e presidente estadual do PPS na Paraíba, Nonato Bandeira, falou sobre as intervenções políticas atuais nos partidos e lamenta sobre o que tem acontecido na estrutura partidária brasileira, as definindo como ”autocráticas e ultrapassadas, sem processos horizontais de decisões”.

Ele disse que o PPS está em 130 municípios e que a tendência é aumentar para que o partido consiga concorrer a lugares na Assembleia Legislativa. O presidente do partido afirmou que já estão com 17 pré-candidaturas a deputado estadual e vários nomes em pauta também.

Sobre novos nomes e migrações políticas de outros partidos, Nonato afirmou que prefere anunciar nomes quando o quadro estiver fechado, mas não negou a entrada e conversação atual de uma possível futura coligação entre o Avante, PPS e PTN.

– Não estamos ainda confirmando coligações. Agora estamos investindo internamente no PPS, com vários nomes querendo compor. (…) Alguns deputados nos procuraram e a gente tem sido sincero com eles, a gente acha que tem outras grandes legendas.

Nonato explicou que o PPS tem discutido muito essa questão da renovação da política e participação de novos quadros.

O presidente do partido ainda falou sobre a gestão atual do governador Ricardo Coutinho (PSB), exaltando os avanços financeiros na estrutura paraibana sob a gestão de Ricardo, e afirmou que o governo tem um bom projeto que precisa continuar.

Ele também mencionou a vice-governadora Lígia Feliciano, falando que a postura dela tem sido extremamente ética e responsável com o Estado.

*As informações foram divulgadas pela Rádio Panorâmica FM.