Fale Conosco

O projeto Villa Sanhauá é mais uma ação dentro do pacote de obras da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) para revitalização do Centro Histórico. Trata-se de um projeto de reforma e revitalização com o objetivo de proporcionar condições de habitabilidade ao local, assim como garantir uma nova dinâmica de uso comercial de oito casarões históricos da Rua João Suassuna. As obras começaram nesta segunda-feira (17) e um trecho da rua foi bloqueado para colocar os tapumes.

Todo o projeto, vanguardista no Brasil, foi inteiramente elaborado por técnicos da Secretaria de Habitação Social (Semhab) e está sendo desenvolvido com recursos próprios da administração municipal, orçado em R$ 4.211.934,00.

O projeto – A Semhab desenvolveu o projeto arquitetônico para implantação de dezessete unidades habitacionais, sendo uma unidade adaptada para Portadores de Necessidades Especiais (PNE), seis unidades comerciais e uma unidade reservada para uso Institucional, totalizando oito imóveis conjugados que serão reabilitados. As unidades comerciais variam entre 40,06m² e 131,70m². As habitações terão dois quartos, banheiro, sala, cozinha e área de serviço.

Para requalificação do local foi realizada a pesquisa arqueológica prevista no Decreto 25.138, que legisla sobre o tombamento do Centro Histórico na cidade de João Pessoa. Pré-requisito para o desenvolvimento de projetos de intervenção em áreas de interesse histórico.

O projeto prevê a abertura de um pátio interno que integra os Casarões, gerando um espaço comum de acesso que possibilita a ventilação e a iluminação naturais das unidades habitacionais.

Além de conectar os novos vizinhos, que atravessam os lotes sem tocar nas paredes originais por meio de uma passarela metálica, proporcionando ainda a criação de áreas verdes e jardins que passarão a funcionar como uma única unidade de vizinhança.

Centro Histórico – Desde o início da gestão, em 2013, o prefeito Luciano Cartaxo tem se empenhado para recuperar toda a região central de João Pessoa, levando sustentabilidade para o Centro Histórico da terceira Capital mais antiga do País.

Dentre as obras já entregues e onde já é possível ver um novo uso e ocupação pela população, estão o Novo Parque da Lagoa Sólon de Lucena, Praça da Independência, Praça da Pedra, Praça João Pessoa, Praça 1817, Hotel Globo, Casa da Pólvora e Galeria Augusto dos Anjos. O Conventinho também está com obras adiantadas e será a primeira biblioteca municipal de João Pessoa e uma escola de artes.

Além dessas obras, o prefeito inaugurou, no final do ano passado, uma Base Integrada da Guarda Municipal, nas proximidades do Hotel Globo, para garantir a segurança preventiva e cidadã aos moradores e turistas que visitam o Centro Histórico, além da preservação da história da cidade.

 

 

Fonte: Assessoria