Fale Conosco

Cinco novas usinas para a produção de oxigênio serão instaladas em hospitais da Capital. A iniciativa é da Secretaria de Saúde do município de João Pessoa, tendo em vista o aumento no número de casos de Covid-19. O primeiro hospital a receber os equipamentos neste sábado (27) foi o Prontovida, localizado no bairro Tambiá.  Com o novo equipamento, a unidade terá capacidade de produção de oxigênio dobrada, permitindo que ele amplie de 20 para 45 leitos de UTI.

De acordo com o prefeito Cícero Lucena, a rede municipal de saúde está se equipando para oferecer o suporte necessário para minimizar os efeitos da pandemia na vida dos pessoenses: Além dessa usina aqui no Prontovida, teremos mais quatro nos próximos dias. Elas vão trazer segurança no abastecimento de oxigênio, elemento fundamental para os pacientes em tratamento da Covid-19”, explicou.

As outras usinas serão instaladas no Hospital Santa Isabel, Ortotrauma de Mangabeira, Maternidade Cândida Vargas e Hospital Valentina de Figueiredo. O serviço de instalação deve ocorrer nessas unidades a partir da segunda-feira, 1º de março. Atualmente, a rede pública em João Pessoa tem 150 leitos garantidos e deve chegar a 186 nos próximos dias. O Hospital Santa Isabel tem a maior quantidade de leitos de UTI exclusiva para Covid-19 de toda a rede, com 60 vagas.

O Secretário Municipal da Saúde, Fábio Rocha, afirmou que é necessário garantir as melhores condições de atendimento para os pacientes que procurem o sistema. “É fundamental que as pessoas entendam que a capacidade de atendimento não é infinita. O nosso esforço é para que não falte leitos para quem precisa, mas todos têm que ajudar na prevenção”, ressaltou.

Foto: Secom / divulgação.