Fale Conosco

“Os agentes de limpeza têm um papel importantíssimo para a cidade de João Pessoa. Uma cidade limpa é valorizada, representa benefícios também para a saúde pública e a qualidade de vida da população. Uma Capital limpa é um cartão portal, bom primeiramente para quem mora e também para o turista que vem nos visitar”, ressaltou o prefeito da Capital, Luciano Cartaxo, durante café da manhã, nesta terça-feira (16), em homenagem ao “Dia do Agente de Limpeza”, na sede da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur). O evento foi marcado pela entrega da reforma e ampliação da cozinha e refeitório da empresa.

O prefeito Luciano Cartaxo, que fez questão de cumprimentar os agentes pessoalmente, ressaltou a realização da tradicional festa para a categoria, que será realizada no próximo dia 28 de maio para os agentes e seus familiares. “Estamos muito satisfeitos com esse momento de confraternização, comemorando mais um beneficio para os agentes com mais uma melhoria para a categoria, com a entrega da cozinha e do refeitório”, disse.

Para Lucius Fabiani no “Dia do Agente” o sentimento é de reconhecimento pelo trabalho prestado por esses profissionais no dia-a-dia, trabalhando para manter a cidade limpa e agradável. “Hoje para comemorar entregamos oficialmente a cozinha e o refeitório aos funcionários. Um espaço melhor, mais amplo totalmente reformado. Parabéns a todos os agentes em nome de todos que fazem a Emlur”, reforçou. A homenagem contou também com a presença do pastor Rômulo Pinheiro, de Cabedelo.

Lucius lembra que João Pessoa recentemente foi apontada como a melhor cidade pra se viver do Nordeste, de acordo com pesquisa divulgada na Revista Exame, realizada pela consultoria Macroplan. “A Emlur tem muito a comemorar, pois tem contribuído fundamentalmente para a boa condição em que a cidade se apresenta. Diariamente nossos agentes trabalham para manter praças, prédios públicos, a orla marítima, terrenos, rios e canais, além de ruas e corredores de toda a cidade limpos”, reforçou.

No dia do agente Benedita Nascimento lamenta que ainda tenha que conviver com a indiferença das pessoas. “É difícil conviver com o preconceito das pessoas, mas apesar disso trabalho com amor”, disse ela, que todos os dias passa nas salas da Emlur com mensagens religiosas do dia. José Carlos, agente de limpeza há 17 anos, diz que um dia como hoje é bom para terem seu trabalho reconhecido. “É difícil ser invisível. As pessoas costumam dar valor ao nosso trabalho quando o serviço não é feito e ficam agradecidas quando vê a gente trabalhando”, disse.

João Pessoa conta com aproximadamente 600 homens que trabalham, divididos em turnos (manhã/tarde/noite e madrugada), na realização dos serviços de manutenção como: capinação, roço, pintura de meio fio, catação de resíduos, além das coletas domiciliares, especial, seletiva, lixo eletrônico, pontos de lixo, áreas de difícil acesso, limpeza de espaços públicos – ruas e avenidas/mercados públicos/cemitérios/escolas/Creis e prédios públicos, Cata Treco, poda, limpeza de orla, terrenos, rios e canais. Os agentes também dão suporte às ações realizadas pela Defesa Civil Municipal e a grandes eventos realizados na Capital.

Fonte:Wscom