Fale Conosco

Buchada é um prato típico do sertão nordestino, que se come com arroz, feijão verde e cachaça. Trata-se de uma mistura de miúdos de bode com couro de bucho costurado com linha grossa para não derreter na panela. Por ser um prato simples, é apreciado pela população pobre, que tem acesso a ele sem precisar gastar muito.

Mas tem buchada que chega ao custo de mais de R$ R$ 12 milhões. Trata-se de uma buchada mais sofisticada, mais burilada, mais luxuosa e sem a costura da linha grossa, de saco. O ex-vereador campinense Cícero Rodrigues da Silva, de 65 anos que integra a base de sustentação do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues, saiu do município paraibano de Tavares com destino a Campina Grande, levando consigo pouco estudo e o sugestivo nome de Buchada.

Mas se deu bem. A Empreiteira Tavarense Eireli, de propriedade do ex-vereador Cícero Rodrigues da Silva “Buchada”, recebeu entre os anos de 2013 e 2019, o montante de R$ 12.385.562,34 por serviços executados para a gestão do prefeito Romero Rodrigues (PSD), inclusive, no período em que o mesmo exercia seu mandato como Vereador. Nessa época, “Buchada” também era membro da Comissão Permanente de Obras na Câmara Municipal de Campina Grande. A empresa foi fundada em 1999 mas realizou sua primeira obra pública no Estado da Paraíba apenas em 2013.

Veja detalhes: https://www.instagram.com/p/BzReU7hnPd0/?igshid=1gonezaabhpyu

Redação com Sagres