Fale Conosco

O prefeito de Sapé, Roberto Feliciano, tem nas mãos um enorme abacaxi para descascar. Sua própria reeleição, que, a preço de hoje, depende de uma decisão do ex-prefeito João da Utilar.

Pelo menos foi o que todos deduziram quando uma notinha plantada pela assessoria do prefeito no site PBAGORA anunciou a candidatura oposicionista, ao invés de se preocupar com a do edil sapeense.

Nos bastidores Roberto tem dito que se a disputa for contra a ex-prefeita Luiza ou contra o peemedebista Juscelino, atual Superintendente da Pesca na Paraíba, ele entra certo da vitória. Mas, repete o prefeito aos mais restritos, se a disputa for contra João da Utilar, perde.

Daí a movimentação da assessoria de comunicação nos sites e redes sociais provocando João da Utilar a se definir, pois de sua decisão, dizem, depende a estratégia de Roberto Feliciano.

O prefeito argumenta que se João for candidato atrairá o apoio da ex-prefeita Luiza e de seu significativo eleitorado, e que dificilmente Juscelino lhe dará apoio e, com três candidaturas, João da Utilar é o franco favorito, como revelam todas as pesquisas.

Nas ruas de Sapé o nome de João ganha força e ele tem dito a quem lhe pergunta que é candidatíssimo. Uma fonte me garante que a ex-prefeita Luiza já teria se antecipado e anunciado a intenção de apoiar João e que indicaria o vice.

Pelo que vejo a notinha que a assessoria do prefeito Roberto postou no PBAGORA acabou tendo efeito contrário e estimulou a candidatura do ex-prefeito João da Utilar.

É o que chamo de tiro pela culatra.