Fale Conosco

O prefeito Luciano Cartaxo inaugurou, nesta quarta-feira (26), o curso para a formação de Cuidadores Familiares. O projeto é uma experiência pioneira no país e visa capacitar pessoas para atender usuários que necessitam de cuidados especiais na vida cotidiana dentro de seu domicílio. A solenidade aconteceu no salão da Estação das Artes, com a presença dos 600 participantes do curso, familiares e autoridades.

O projeto tem como meta implantar ações de apoio e cuidados ao indivíduo, desenvolvendo políticas de atenção básica à saúde, a exemplo de cuidados como uso de medicação, higiene pessoal e atividades físicas reabilitadoras, necessárias ao público alvo. As primeiras 600 pessoas selecionadas para o curso de cuidadores vão receber uma bolsa no valor de R$ 200 mensais enquanto estiverem acompanhando as aulas.

O curso será dividido em duas etapas. A primeira consiste nas aulas presenciais, que ocorrerão durante quatro semanas. Nesse período, serão dados conteúdos voltados ao atendimento adequado às pessoas que precisam de cuidados especiais. A segunda etapa será a aplicação prática do conteúdo dado em sala de aula com acompanhamento dos orientadores.

Para o prefeito Luciano Cartaxo a saúde do município deve ser pensada também com “um olhar para aqueles que mais necessitam”. “É uma satisfação estar iniciando algo que é inovador, não só em João Pessoa, mas em todo o país. Nossa marca é inovar, mas buscando sempre a humanização. Apresentei a ideia ao Ministério da Saúde e, com o apoio de todos os parceiros, essa iniciativa se tornará referência nacional”, afirmou.

De acordo com a secretária de Saúde do município, Mônica Rocha, o projeto será um marco para o processo de trabalho na atenção básica. “Estamos criando um elo de parceria com a comunidade para que essa iniciativa seja efetivada. Com isso, o município de João Pessoa só tem a ganhar, principalmente aqueles que têm suas limitações”, disse.

A dona de casa Maria Lúcia Nóbrega percebe no curso uma oportunidade de se profissionalizar. “Já cuido de uma pessoa idosa e acredito que vou poder aprender muito com o curso”, disse. Assim como ela, Diego Martins também já cuida de um idoso na família. “Isso foi o que me despertou o interesse em participar deste curso”, disse.

Atuação – Os 600 primeiros cuidadores familiares serão distribuídos nos cinco Distritos Sanitários de João Pessoa, onde estão instaladas as Equipes de Saúde da Família (ESF). Eles atenderão pessoas com deficiências, crianças e idosos, entre outros que precisem de cuidados especiais na vida cotidiana em recinto doméstico. Além da capacitação, o curso possibilitará a coleta de dados, através de atividades de pesquisa-ação, para a implantação de políticas públicas de atenção domiciliar qualificada.

Projeto – O projeto Cuidador Familiar surgiu de uma iniciativa da Organização Social para o Desenvolvimento Sustentável e Capacitação (Odesc), uma entidade sem fins lucrativos. O trabalho é desenvolvido em parceria com a Prefeitura de João Pessoa, o Ministério da Saúde e a Organização Pan-americana de Saúde (Opas).

De acordo com os organizadores, o projeto foi elaborado considerando a situação de vulnerabilidade de alguns segmentos da população. Nessa faixa, apesar da necessidade da figura do cuidador, percebe-se a necessidade de orientação e sistematização da sua presença no seio da sociedade.

BG