ParaíbaPolítica

Prefeito interino de Cabedelo: “Eu não deixo de ser candidato de jeito nenhum, só se eu morrer”

O candidato a prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo (PRB), participou nesta quarta-feira (27), do programa de rádio Correio Debate. O parlamentar falou sobre o desejo de continuar na gestão da cidade e sobre algumas polêmicas envolvendo sua candidatura.

Pretendo continuar essa jornada, pois em apenas 10 meses eu economizei 7 milhões por ano com extinção de cargo fantasma, regularizei férias, entre outras coisas.

Candidatura ameaçada 

“É a oposição! Houve um problema no início da campanha que o sistema do TSE estava fora do ar, mas foi resolvido e meu registro foi deferido. Eu não deixo de ser candidato de jeito nenhum, só se eu morrer”, afirmou o candidato.

Porto de Cabedelo 

“Está vindo um grupo chinês no começo de abril para investir, será algo grandioso para nossa cidade e nós como prefeitura estamos investindo, capacitando os jovens quase 6 mil empregos para cabedelo no ano de 2019, estou abrindo um centro de capacitação”, revelou Vitor Hugo.

Acordo com Leto

A oposição acusou o candidato a ter feito um acordo com Leto: “É mentira, tanto é que se estivesse algum acordo, Leto não estaria apoiando Eneide Régis. Ninguém aguenta mais compra de votos em Cabedelo, eu quero capacitar o povo para o povo escolher um prefeito que trabalhe.”

Xeque Mate 

Em entrevista com outros candidatos foi dito que se houvesse uma nova fase da Operação Xeque-Mate, Vitor Hugo estaria envolvido sobre isso o parlamentar afirmou que não teme.  “Eu não temo. isso também é coisa da oposição há um candidato que divulga que serei preso toda semana,  eles se iludem pois na reportagem da Globo, aparece uma mão recebendo um envelope e eles dizem que sou eu, mas na época da eleição do shopping eu ainda não era vereador.”

Saúde

Questionado sobre a situação da saúde na cidade de Cabedelo, Vitor Hugo disse: “Assim que assumi interditaram o hospital, eu sou o prefeito que em 10 meses investiu mais 8 milhões na saúde, com reforma e compra de equipamentos, abrimos duas USF, tudo com recursos próprios, teremos um hospital de grande porte em Cabedelo e também uma maternidade.

 

Fonte: Polêmica Paraíba com rádio Correio

Tags: Tags: