Fale Conosco

A suspensão da greve se deu quando o prefeito Lindembergue Souza Silva, assinou um acordo em 15 de fevereiro, garantindo cumprir a Lei do Piso Nacional do Magistério reajustando o salário em 22,22% retroativo a janeiro e a inserção da progressão funcional, mas o acordo não foi cumprido.

            Em 29 de fevereiro (pós-acordo) os vereadores de Montadas aprovaram uma Lei e o Sr. Prefeito sancionou, garantindo a progressão funcional até o mês de março. Os professores entregaram seus títulos de pós-graduação, mas a secretária de administração informou ao diretor do sindicato, que não tem previsão de quando serão incorporados às remunerações, nem muito menos sobre atualização dos salários de acordo com a Lei do Piso.

            É Prefeito, a Vossa Excelência não cumpre com os acordos e leis pelo senhor assinados, que dirá com as promessas apenas ditas.

            Cumpra com a Lei 11.738/08 e valorize os profissionais da educação. Retire de Montadas esse título vergonhoso de única cidade do Agreste, que paga o pior salário aos professores. E mesmo com os 22,22% ainda permanecerá com o menor salário entre as cidades vizinhas.

 

Veja e COMPARE a tabela de salários de professores nos Municipios com 30 horas:

 

 

MUNICÍPIO

MÉDIO (R$)

SUPERIOR (R$)

LEI DO PISO

Montadas

890,25

1.026,45

NÃO cumpre a Lei

Areial

1.088,25

1.305,30

Cumpre a Lei

Esperança

1.088,25

1.305,90

Cumpre a Lei

Pocinhos

1.088,25

1.332,05

Cumpre a Lei

Puxinanã

1.088,25

1.359,90

Cumpre a Lei

 

 

Como mostra a tabela, um professor em Montadas com nível Superior recebe menos que um professor com apenas o ensino médio nas cidades vizinhas. No entanto o município de Montadas já recebeu de verbas do FUNDEB em 2012 o equivalente a seiscentos mil reais (R$ 600.000) e receberá ainda mais, pois teve a percentagem no aumento das verbas maior, que alguns desses municípios citados acima, mas vergonhosamente paga o MENOR SALÁRIO.

Diferente de MONTADAS as demais cidades cumpre o piso, já pagaram o retroativo e também já paga os professores com a progressão funcional. Por que será que só essa cidade permanece descumprindo a LEI.? A resposta é que nenhuma delas tem um prefeito que dita as regras como quer, e ignora as leis, por agir e mandar como um verdadeiro coronel, sem diálogo ou conversa.

O SINTAB como único representante legal dos professores, aguarda e espera que o Sr. PREFEITO use do bom senso, deixe de lado a posição imperial que vem impondo e entre em negociação, pois está na Vossa Senhoria a decisão de retorno às aulas, basta cumprir com o que foi determinado tanto na LEI FEDERAL, quanto na LEI MUNICIPAL.

Quem não valoriza a educação, não merece está na gestão!

com SINTAB