Fale Conosco

O prefeito de Bayeux Berg Lima (PTN) disse na tarde desta quinta-feira (22) que não vai doar nem autorizar a construção do presídio federal no município anunciado pelo Departamento Penitenciário nacional (Depen) do Ministério da Justiça em maio.

Segundo ele, a decisão foi tomada após ampla discussão e consulta da população. “Entendemos que a contrapartida não seria tão relevante quanto os problemas que o presídio iria trazer para a população”, destacou Berg Lima.

A Câmara de Bayeux e o governador do Estado Ricardo Coutinho expressaram oposição à construção do presídio federal no município. Uma enquete realizada no site da prefeitura chegou a ser alvo de suspeita de fraude.

O presídio, se autorizado, seria concluído em dois anos, proporcionando durante o período de construção empregos diretos para mais de 400 pessoas, num investimento de R$ 400 milhões, além de R$ 7 milhões anuais em contratos de fornecedores locais com o Depen.

 

Fonte: ClickPb