Fale Conosco

Se o PSDB de Campina Grande decidir novamente encabeçar a disputa pela prefeitura de Campina Grande, nas eleições de 2020, terá que procurar outra legenda para figurar na vice. É que o Progressistas, que atualmente ocupa esse espaço na gestão tucana, na Rainha da Borborema, já bateu o martelo sobre lançar candidatura própria no pleito do ano que vem. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (07), durante entrevista ao programa Correio Debate, pela senadora Daniella Ribeiro (PP).

Segundo ela, a legenda já firmou essa definição de disputar o principal posto na segunda maior cidade do Estado, sobretudo porque o partido cresceu em 2018, seja com a eleição dela para o Senado, seja com a reeleição do deputado federal Aguinaldo Ribeiro, seja pelas representações que têm atualmente no município.

“Claro que nosso partido terá sim candidato a prefeito em Campina Grande nas eleições de 2020. Teremos candidatura sim. É importante a participação do Progressistas. Saímos fortes nas últimas eleições, com a reeleição de Aguinaldo para Câmara Federal, com a minha eleição para o Senado Federal, hoje temos o vice-prefeito de Campina Grande que está ativo e atuante em Campina Grande e temos nomes. Temos um partido que tem a condição necessária para lançar uma candidatura e temos a atuação de pessoas que estão lá trabalhando na cidade”, disse.

NOME À DISPOSIÇÃO

Daniella foi indagada se, assim como em 2012, colocaria o nome à disposição para encabeçar essa disputa, e acabou respondendo que não, pelo menos por enquanto.

É que ela acredita ser um desserviço para a Paraíba e para a sociedade ter sido recentemente eleita para um mandato de oito anos e, dois anos depois, voltar a se candidatar. Mas, apesar da ressalta, a parlamentar destaca que nada nessa vida é definitivo e que tudo depende da conjuntura de cada época.

“Hoje fica muito complicado, e eu falo de todo coração. Campina Grande sabe do meu amor pela cidade, fui candidata em 2012 e quem milita na política tem o sonho de administrar sua cidade, mas o caminho que me foi proposto durante esse percurso foi outro. Dizer hoje que Daniella é candidata seria uma afronta ao povo paraibano e para Campina Grande que me elegeu para ser por oito anos senador, dizer que daqui a 2 anos eu seria candidata à prefeitura, porém não gosto de dizer isso nunca acontecerá. Mas a princípio a resposta é não. A gente não sabe o que a vida nos reserva, então a gente tem que ter prudência nas palavras, por isso eu digo que hoje eu digo que não pretendo ser candidata, mas que o PP terá candidatura, isso é fato”, ressaltou.

Daniella destacou que a pauta atualmente não são as eleições do ano que vem, e sim o Brasil e ela, mesmo antes do Carnaval já começou a mostrar a que veio – para trabalhar. Com informações PBAgora.