Fale Conosco

O bloqueio de verbas para as universidades federais tem motivado diversos cortes em serviços e atividades no dia a dia das instituições. Na Universidade Federal da Paraíba, por exemplo, uma possível proibição de utilizar ar-condicionados nas dependências da instituição causou polêmica nesta quinta-feira (5).

Um ofício assinado pela reitora Margareth Diniz suspendeu o uso de ar-condicionado nos campi de João Pessoa, Areia, Bananeiras e Litoral Norte.

Em entrevista a um portal de notícias, a reitora Margareth Diniz explicou que a intenção do ofício emitido determinando a suspensão do uso do ar-condicionado é promover a conscientização sobre o uso consciente do equipamento. De acordo com a reitora, a conta de energia mensal da instituição supera R$ 1 milhão.

“O que a gente está pedindo é que as pessoas, quando acabar a aula, desliguem o ar condicionado e as luzes. Se cada um fizer um pouco a sua parte, e só ligar o ar condicionado quando for estritamente necessário, já ajuda”, disse.

Da redação