Fale Conosco

Imagine a torcida da Argentina pedindo a cabeça do técnico da Seleção Brasileira na véspera da decisão da Copa do Mundo?

É uma cena hilária e entreguista, pois logo nos leva a deduzir que a torcida adversária acha o técnico o calcanhar de Achiles e, derrubando ele, ganha a Copa.

Eu entendo os LactoBasílos se humilhando em torno da Casa Grande para não voltar a  andar de ônibus e nunca mais ter um celular pai de santo, que é aquele que só faz receber e o cara passa o dia ligando para os outros a cobrar.

Os senhores de engenhos abastecem os coxos de Lagoa Seca e os petralhas se emporcalham avançando na base da cotovelada, porque a borra não tem estilo, código ou postura.

Os LactoBasílios gostaram do sonho de consumo e querem a manutenção do crediário de 30-60-90-120 na Casa Pio.

Eles entram no estúdio da rádio laranja como se iniciassem a escalada rumo ao topo da cadeia alimentar.

O pizzaiolo acende o fogo de lenha e os petralhas começam a DeGustavação:

– Malho o alho?

– Vai agradar o ministro!

– Malho o bugalho?

– Titio quer!

– Malho o rebutalho?

– É o preferido Della! 

Volto na linha do tempo e me deparo com aquela criança peralta, que na escola da vida tirava zero em lealdade e nota máxima em traição.

Entendo o burralho do adolescente, escanteado, desolado e rejeitado.

LactoBasílio não quer mais andar de ônibus, muito menos descer as pressas pela porta de trás e quer continuar sendo um ligador.

– OI? Claro! Tim-Tim!

Cá pra nós, os petralhas querem rosetar e empanturrar-se com leite e mel. Estão no sagrado direito de fuçar.

Só peço-lhes que não agreguem tanto valor a mim, pois já estou bem prestigiado por ter acertado todas as previsões e com a alça de mira travada no target.

Não sei se o LactoBasílos entendem de artilharia, mas a qualquer momento vão ouvir alguém gritando…bem no alvo!

Tô sabendo que vão ter que engatar uma ré. E agora Mané?