Fale Conosco

Um convênio da prefeitura municipal de Piancó, firmado com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) na Paraíba, para abastecimento de Água na região pode esbarrar, não na burocracia, mas no ‘chilique’ do prefeito da cidade, Daniel Galdino, do PSD.

É que o gestor está sendo acusado de, por pura ‘birra’, nem assinar nem publicar uma Lei dando poderes a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) para realizar o serviço que já é prestado.

Como ele é do PSD e o Governo é PSB, a picuinha toda pode ser meramente política.

Segundo o convênio, os termos de compromisso com a Funasa para a realização do serviço de Abastecimento de Água de Piancó, são na ordem de R$ 5.895.318,74, referente ao TC/PAC 0008/2013. Já o valor do convênio para execução da Estação de Tratamento de é de R$ 733.182,84, referente ao TC/PAC 0341/2013.

Nesse convênio, o município de Piancó é interveniente, o Governo do Estado é comprometente, a Cagepa é a executora e a ARTB é a reguladora.

Se a lei não foi publicada, o serviço fica comprometido e a população prejudicada.

 

 

Fonte: PBAgora