Notícias

Policial da Rotam é assassinado em Campina e número de homicídios já chega a 174 na cidade

A onda de violência crescente em Campina Grande, vem amedrontando a sociedade que a cada dia ver mais e mais homicídios, assaltos e nenhuma resposta das policias. 

Até ontem (12) segundo dados do Centro de Operações da Policia (Ciop) só em Campina Grande ocorreram 174 homicídios.

Às 21h30 o jovem policial da Rotam Janderson Pereira foi morto a tiros enquanto fazia um bico de segurança num restaurante na rua Manoel Tavares, em Campina Grande.

O policial que era cunhado do diretor de jornalismo do Sistema Correio Morib Macedo, estava fazendo um bico de segurança como muitos policias fazem na Paraíba para complementar a renda, quando 4 bandidos em duas motos passaram em frente ao restaurante que fazia a segurança.

Os bandidos ao avistar que o segurança estava armado dispararam 3 tiros contra o policial de 28 anos que tentou revidar mais foi atingido na cabeça. 

Ele ainda teria sido socorrido para o hospital de Traumas, mas não resistiu aos ferimentos. Há alguns anos atrás o irmão do policial Jeferson Pereira que também era policial foi morto vítima de emboscada. Ele atuava na Ronda Ostensiva Tática com Apoio de Motocicletas do 2º Batalhão na cidade.

Outro homicídio foi registrado às 22h23 no mesmo bairro do Alto Branco, quando Cristiano de Lima, foi alvejado por vários tiros por uma dupla numa moto. Cristiano morava no bairro da Conceição.

Uma residência também foi invadida ontem (12) às 12h no bairro do Jenipapo quando 3 indivíduos armados levaram R$ 300 do proprietário, além de tê-lo agredido com uma facada. 

Redação