Fale Conosco

A Polícia Civil de Pernambuco começa nesta terça-feira a investigar o acidente com descarga elétrica que aconteceu na área externa do Centro de Convenções, em Olinda, durante show do cantor cearense Wesley Safadão na noite de domingo. Vítimas e testemunhas do choque procuraram a Central de Plantões da Capital, em Campo Grande, para prestar queixa.

Cerca de dez pessoas ficaram feridas depois que uma descarga elétrica atingiu o público que acompanhava o bloco “Vai Safadão”. O caso mais grave foi o da estudante Débora Cristina Marcelino, 21 anos. Quando caiu durante o tumulto após o choque, ela sofreu fratura exposta na perna direita e passou por cirurgia no Hospital da Restauração (HR). De acordo com a assessoria de comunicação do HR, a paciente tem quadro estável e deve ser transferida para um hospital particular.

As causas da descarga elétrica serão esclarecidas por perícia. Testemunhas contaram que, no local, foram especuladas duas causas para o acidente. A primeira hipótese é a de que o choque tenha sido causado pelo próprio trio elétrico onde estava Safadão. A outra suspeita é de que um balão de propaganda do evento tenha tocado o chão após forte vento. O balão teria tocado o chão molhado e causado a corrente.

Os bombeiros estiveram no local, mas os feridos já haviam sido atendidos por profissionais do posto disponibilizado pelo evento, que foi acompanhado por cerca de 20 mil pessoas. O cantor Safadão chegou interromper o show para pedir que as pessoas se afastassem da fiação, alertando risco de choque.

Em nota, a produção disse que a energia foi desligada e o local isolado. Informou que seguiu todas normas de segurança e que as vítimas foram socorridas em ambulância do evento, juntamente com Samu e Corpo de Bombeiros.

Fonte:Diário de Pernambuco