Fale Conosco

Francisco Falcão, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e um dos relatores da Operação Calvário, concedeu autorização para que a Polícia Federal abra inquérito policial com o intuito de apurar indícios de crimes cometidos pelo ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), no âmbito da Operação Calvário.

O delegado Leonardo Reis Guimarães, presidente do inquérito, buscará elucidar a doação de terrenos da prefeitura campinense e a regularização de área para construção de moradias populares para o conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), Arthur Cunha Lima e Arthur Filho, que em 2018 foi candidato deputado estadual.

Conforme apurado, as negociações aconteceram em junho de 2017 e contaram com a participação do advogado Diogo Maia da Silva Mariz. Os fatos investigados podem motivar acusações de corrupção ativa e passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Confira:

 blank blank blank