Fale Conosco

A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta quarta-feira (19), um mandado de busca e apreensão na Secretaria de Saúde do município de Patos. O delegado da PF, Glauter Morais, que esteve a frente da operação não revelou os motivos do mandado porque o processo segue em segredo de justiça e somente o Ministério Público Federal ou a Justiça Federal poderão responder sobre o caso.

O procurador da República, João Rafael, também não quis adiantar sobre o que envolve a operação para que não atrapalhe as investigações que vêm sendo feitas. Segundo ele, estão sendo apuradas algumas irregularidades na secretaria e, em determinado momento, o MPF verificou a tentativa da gestão de dificultar o acesso do Ministério Público a informações necessárias para o andamento da investigação.

“Como percebemos que a secretaria dificultou o acesso a provas nós expedimos um mandado de busca e apreensão. A investigação está quase no final, mas ainda faltam algumas oitivas (depoimentos)”, disse acrescentando que mais informações não serão antecipadas para que os trabalhos de investigação não sejam atrapalhados.

BG