Fale Conosco

A Prefeitura Municipal de João Pessoa ampliará a testagem de pessoas com sintomas da Covid-19, inaugurando nesta segunda-feira (1) dois Centros de Atendimento: um no bairro de Mangabeira, na Escola Municipal Zumbi dos Palmares, e o outro em Manaíra, na Escola Municipal Seráfico da Nóbrega. Nos centros serão atendidos pacientes com suspeita da doença, reforçando o serviço ofertado na rede de saúde.

Segundo o prefeito Cícero Lucena, a palavra de ordem é prevenir e tratar para que o atendimento adequado seja prestado o quanto antes, evitando o agravamento dos quadros de crise respiratória: “estamos reforçando a rede de assistência para testar com rapidez, porque o diagnóstico é que pode nos dar segurança para atender com eficiência, minimizando os agravos e curando. Nossa rede hospitalar está sendo preparada para atender os casos dessa doença, mas temos de agir na prevenção com o apoio de todos. Peço respeito ao distanciamento social, limpeza das mãos e o uso de máscara. Vamos seguir com fé em Deus e trabalho contra esse vírus letal”, explica.

A ampliação dos locais para testes é uma estratégia da gestão atual, no sentido de evitar as aglomerações nas UPAs apenas para fazer testagem. O espaço dessas unidades deve estar disponível para o tratamento especializado. O teste Swab e o teste rápido já são ofertados na Atenção Básica e realizados por 30 equipes nos postos de saúde.

Atenção aos sintomas

Qualquer morador de João Pessoa pode procurar os serviços, caso esteja com febre, tosse, dificuldade para respirar. É preciso levar o cartão do SUS, CPF, documento com foto e comprovante de residência. O usuário com sintoma gripal passa pela triagem, na qual são auferidos os sinais vitais, oximetria para ver se precisa da rede hospitalar. A partir desta avaliação, a enfermeira verifica qual teste se encaixa no padrão epidemiológico e é feito o encaminhamento para o teste. Se o resultado do exame for positivo e o paciente precisar de medicação ou atestado médico as equipes disponibilizam o material no local.

Rayana Coelho, diretora de Atenção à Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, explica: “o atendimento será por ordem de chegada. Separamos um local para que as pessoas fiquem esperando o atendimento, respeitando o distanciamento. Para garantir a organização, haverá uma equipe orientando, pedindo para aguardar e fazendo a triagem”.