Fale Conosco

A reunião da executiva do PMDB terminou agora e o partido reafirmou, ao menos em teoria, a sua posição de fazer oposição ao governo Ricardo Coutinho.

Na teoria prevaleceu a opinião da maioria, ou seja, o PMDB inteiro terá que fazer oposição ao governo e entregar os cargos que ocupa.

Os dissidentes terão que votar junto à oposição, inclusive no caso da permuta do terreno da Acadepol.

Assim, os deputados Doda de Tião, Wilson Braga e Márcio Roberto terão que mudar a postura que apresentaram até agora.

Marcio Roberto declarou que irá mudar sua posição e garantiu que vai entregar os cargos que tem no Governo Ricardo Coutinho.

Doda de Tião saiu da reunião antes da decisão final e Wilson Braga nem compareceu ao encontro.

Agora é aguardar para ver se isso vai funcionar na prática.

Em tempo: Wilson Braga declarou ontem em entrevista à um programa de rádio que não abre mão do apoio ao Governador Ricardo Coutinho. E agora?