Fale Conosco

Em pesquisa inédita realizada entre os dias 19 e 23 de fevereiro com 2.002 pessoas de todos os estados do país pelo Ipec (substituto do Ibope Inteligência) constatou que 58% desaprovam o modo como o presidente governa o Brasil, 38% aprovam e 5% “não sabem”. Dos 2.002 entrevistados, 61% dizem não confiar em Bolsonaro, enquanto 36% afirmam confiar e 3% não sabem.

Na pequisa, ainda foi revelado que 72% dos brasileiros opinam que o auxílio emergencial “deveria ser pago até a situação econômica voltar ao normal”. O “Coronavoucher” está em pauta para o pagamento de novas parcelas, discutidas entre o valor de R$ 250 ou R$ 300; porém, a volta do auxílio não agrada a equipe econômica do governo e nem Bolsonaro, que anda refletindo seus recados nas visitas pelo país e afirma: “o governador que fechar seu estado deve bancar o auxílio emergencial”.

Foto: Ueslei Marcelino/ Reuters.