Fale Conosco

A pesquisa realizada pelo Instituto Data Vox em Campina Grande, no mês de março do corrente, vem comprovar o discurso de aprovação proferido pelo Prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital, em relação a gestão do PMDB. Em compensação, o governador Ricardo Coutinho conseguiu despertar o ódio dos campinenses como tem feito por todo o estado.

O Data Voz entrevistou 709 pessoas com idades entre 16 a 70 anos a fim de saber a opinião da população campinense sobre a aprovação da administração do atual prefeito da cidade, Veneziano Vital do Rego (PMDB) e do governador do Estado Ricardo Coutinho (PSB).

A aprovação de Vené chegou a 65,4 %, enquanto que apenas 25,4% dos entrevistados desaprovam a gestão do cabeludo.Em relação a aprovação da administração estadual, os campinenses em sua maioria 55,1 % desaprovam e 32,7% aprovam a gestão socialista.

Os números devem ser analisados em amplitude. Em primeiro lugar, deve ser observada a comprovação da aprovação dos campinenses em relação a Veneziano. O fato reafirma a veracidade do que o prefeito tem dito.

Além de candidato mais do que legítimo ao Governo do Estado, a aprovação à Vené atrai a inspiração de continuação de um trabalho bem realizado, logo, a secretária Tatiana Medeiros assume a responsabilidade de manter o alto padrão da administração municipal. Porém, em contrapartida, ela recebe os frutos do bem sucedido trabalho.

Por outro lado, Campina mostra mais uma vez que Ricardo Coutinho não é, nunca foi e nem será um filho bem vindo. Muito embora tenha sido arrastado pelos braços por Cássio Cunha Lima, um dos filhotes de prestígio na Rainha da Borborema, Coutinho não conseguiu absorver o amor dos campinenses.

Pelo contrário, despertou a ira deles, manchou o nome do aliado tucano e de quebra, ainda está prejudicando o candidato do grupo, deputado Romero Rodrigues. Com a demissão dos prestadores de Educação indicado por Romero, Ricardo assinou o atestado contra Rodrigues.

Com a questão da UEPB, Ricardo encostou a ponta do punhal gelado nas costas de Cássio e pouco a pouco tem encontrado novos caminhos para prejudicar o grupo. Se forem inteligentes, os Cunha Lima não irão permitir a presença do governador em Campina até outubro.

Aliás, qualquer candidato que queira realmente sair vitorioso no próximo pleito deverá se esconder do socialista de regime ditatorial.