Fale Conosco

Agora eles estão lado a lado, aquele “progressista” que perseguiu ambulantes com o “rapa” em Campina e o outro “trabalhador” que teve sua casa incendiada pelo povo de Caaporã sob apupos de “pega ladrão”, deveria defender os pés rapados, mas preferiu rapar também e deu no pé.

Dizem que um fez o “rapa” no Projeto Cura de Campina e assim garantiu o caviar dos bem nascidos; o outro é bem nascido e engordou com a raspa até o fundo do tacho daquela viuvinha de Caaporã.

Campina e Caaporã, Caaporã e Campina, que sina, um menino e uma menina escalados para encenar a maior farsa da política paraibana.

Um é Soares e o outro Ribeiro, um vive fazendo alguma coisa escondida no shopping em frente ao mar; outro tem coisa que fez que se disser afunda o sobrenome no Açude Velho.

Onde vai parar essa aliança do PT com PP, Aguinaldo Veloso Borges e Margarida Maria Alves, latifúndio e mão de obra escrava, pistolagem e corpo estendido no chão?

É como se Lula e Maluf se unissem em São Paulo, o denunciante e o denunciado, o pudor e o despudorado, juntos em uma passeata que vai virar arrastão.

Em tempo: anotem o que vou dizer agora. Lá na frente PP e PT se juntarão ao PSB, na maior aliança de caras de pau que a Paraíba já viu.