Fale Conosco

O deputado de oposição, Raniery Paulino (PMDB), conseguiu adiar a votação da Medida Provisória que trata do contrato de gestão do Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, firmado entre Governo do Estado e a Cruz Vermelha. 

A confusão começou ontem, quando Raniery esperava ser relator da matéria na Comissão de Constituição, Justiça e Redação, mas a matéria foi encaminhada para Antonio Mineral (PSDB). 

A bancada de oposição só quer votar a MP após ouvir os procuradores Eduardo Varandas, do Ministério Público do Trabalho, e Dulciram Farena, do Ministério Público Federal, além do secretário estadual de Saúde, Waldson Souza.