Fale Conosco

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste domingo (4) que cabe ao ministro da Economia, Paulo Guedes, definir se muda ou não o presidente do Conselho de Controle de Atividades Financeiras, o Coaf.

No início da gestão atual, o órgão estava sob o guarda-chuva do Ministério da Justiça, e Sergio Moro colocou no cargo Roberto Leonel, que foi chefe de inteligência da Receita Federal em Curitiba por 22 anos e atuou na Lava-Jato.

O Congresso, porém, optou por devolver o Conselho à área econômica. Bolsonaro disse que Guedes tem carta branca para decidir sobre o tema.

“Eu dei carta branca a todos os ministros para, vamos assim dizer, indicar as pessoas e o poder de veto. O Coaf, na medida provisória da reestruturação estava com a Justiça. A partir do momento em que vai para a Economia, é o Paulo Guedes quem define. Ou alguém está desconfiando do Paulo Guedes agora aí? Qualquer um que quiser mudar qualquer coisa, muda sem problema nenhum”, disse o presidente.

Da redação com O Globo