Fale Conosco

Todos se perguntavam se diante de um aumento tão humilhante anunciado pelo governador Ricardo Coutinho para todas as categorias, os servidores públicos estaduais aceitariam calado 1% ou deflagrariam uma greve?

E agora com anúncio da greve dos professores do estado, deflagrada hoje por tempo indeterminado, vejo que a humilhação imposta pelo governador começou a receber respostas de altivez, apesar do longo tempo cabisbaixos e até coniventes.

Não se espantem se essa greve dos professores for apenas a semente de um levante das categorias insatisfeitas com salários e condições de trabalho. Fervilha nos bastidores uma insatisfação geral.

Há tempos que todos se perguntavam os motivos do silêncio quase cúmplice de categorias e sindicatos com poder de mobilização e chegavam a chamar de pelegos os dirigentes, com raríssimas exceções.

Se o governador não souber dialogar, as condições para uma greve geral estarão no tabuleiro de xadrez.