Fale Conosco

A História da New Life realmente incomoda a prefeitura de João Pessoa e o governo do Estado da Paraíba, afinal tentar se livrar da sujeira que envolve o “escândalo dos livros” acusando o empresário Daniel Cosme de ter sido beneficiado por supostos negócios escusos com a Prefeitura de Campina Grande é no mínimo assumir sua parte na sujeira que envolve o “caixa dois” denunciado pelo empresário a revista Época.

Enquanto Pietro é acusado de ser responsável pela falsificação de documentos, Daniel é vítima de ameaças de morte e agora, depois que ficou claro que a conta apontada como do Fundeb em Santa Luzia na verdade é de um morto que conhecia o senador Efraim Morais, Daniel admitiu estar com mais medo ainda.

Não sei se foi a mando de Nonato Bandeira que a revista Polítika levantou este tema, mas se foi, o governo deu um tiro no pé. Digo isto porque se a idéia da gestão Agra e Ricardo é dizer que Daniel é um criminoso, eles terão que chamar Pietro também de “bandido”. Ou não é?

Eu já falei várias vezes que é preciso apurar este caso e tenho certeza que o prefeito Veneziano também não se importaria. Porque diabos só Agra e Ricardo são contra?

Abram mão do sigilo bancário ou assumam a culpa!