Fale Conosco

Quem utiliza a web no território brasileiro tem muito a dever ao engenheiro eletricista Demi Getschko, considerado o “pai” da internet no Brasil. Getschko, que é conselheiro do Comitê Gestor de Internet no país (CGI.br) e diretor-presidente do Núcleo de Informação e Coordenação (NIC.br) é um dos principais destaques na Conferência Brasil-Canadá 3.0, que acontece na próxima semana.

Para Demi, as expectativas para o evento são as melhores, visto que o Brasil e o Canadá têm muitos aspectos similares no tocante à interação da população com os serviços governamentais online, os chamados e-gov.

“O Brasil foi um dos primeiros países a adotar a rede, isso aconteceu muito rapidamente. Desde o começo, o país teve provedores, teve sítios com conteúdo em português, uma porção de usuários se conectando, e eu diria que, do lado da penetração, tivemos sorte de ver um cenário muito positivo”, avalia.

Ainda segundo Demi Getschko, a internet mudou todo o tipo de relacionamento e surpreendeu pelo impacto que traz, não sendo ainda possível analisá-lo. “Sou muito otimista ao que a internet traz de bom, e assim como reflete o comportamento humano e social, existem os que se aproveitam pra coisas não recomendáveis, mas no geral a minha avaliação é positiva e, certamente, quando fica fora do ar, mesmo que por alguns minutos, causa um impacto terrível”, considera.

Além de prestar um apoio valioso à realização do evento, o CGI vai participar, diretamente, da Conferência, na trilha de Conectividade e Governança, trazendo vários aspectos em que os dois países são similares. “Acho que a contribuição maior do CGI é discutir com seus pares a governança da rede e como vai melhorar a troca de informações entre os dois países”, afirmou Getschko.

Segundo ele, o Brasil já tem serviços informatizados de bom impacto: no Imposto de Renda, nos serviços de bancos, entre muitos outros. “O tipo de serviços eletrônicos brasileiros tem crescido. Claro que ainda tem muita coisa a resolver e falta o canal de retorno. A via atual, por enquanto, privilegia apenas uma das direções. Mas também estou otimista com o que poderemos ter à disposição nos próximos anos”, concluiu.

A conferência Brasil-Canadá 3.0 é uma realização do Ministério das Relações Exteriores, Governo da Paraíba, e tem como patrocinadores master o Comitê Gestor para Internet no Brasil (CGI.BR) e a Associação Nacional para Inclusão Digital (Anid). O evento acontece na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, e envolverá segmentos do Governo, da Academia e da Indústria de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

Nos dias 3 e 4 de dezembro, a conferência vai tratar das mídias digitais e dos seus impactos na sociedade. O objeto central é definir desafios e oportunidades do futuro digital do Brasil com o engajamento e a participação de vários setores da sociedade.

Para participar da conferência, acesse o site www.br30.org.br e faça sua inscrição. As trilhas ainda disponíveis são as de “Conectividade e Governança na Internet” e “Formação de Talentos”.

Ascom Anid