Fale Conosco

No final da noite desse domingo (17), os 15 pacientes transferidos de Manaus chegaram a João Pessoa. Eles foram internados no Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB) para tratamento da Covid-19.

O transporte dos pacientes até a capital paraibana foi feito em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB). O desembarque no aeroporto Castro Pinto aconteceu por voltas das 23h. Logo depois, foram levados para o HULW em ambulâncias disponibilizadas pela Secretaria de Estado da Saúde. 

De acordo com unidade de saúde, os pacientes têm uma média de idade em torno dos 50 anos e todos apresentavam condição clínica estável. São 12  homens e três mulheres, que foram submetidos à coleta swab, para RT-PCR, e também a exames de sangue, a fim de identificar o estado geral de saúde. Após a internação no HULW, a bagagem dos pacientes passou por um processo de higienização.  

A equipe da Unidade de Apoio Operacional do Hospital Universitário Lauro Wanderley realizou três simulações de admissão desses pacientes, uma no sábado à noite e mais duas no domingo (pela manhã e à noite), com a finalidade de treinar a equipe para a recepção dos amazonenses.  

O superintendente do HULW, Marcelo Tissiani, confirmou que os pacientes vão ficar internados na enfermaria da Ala Covid-19. Ainda segundo ele, a Prefeitura de João Pessoa colocou 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) à disposição do HULW como retaguarda, na eventualidade de alguma intercorrência.  

Pelo menos 60 profissionais da área assistencial foram recrutados para atuar na linha de frente no tratamento dos amazonenses. O acompanhamento deles será realizado por uma equipe multidisciplinar composta por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeuta, além de apoio psicológico.

Os ambientes foram montados com leitos elétricos além de todo o aparelhamento necessário para o tratamento de pessoas com a Sars-Cov-2, como ventiladores mecânicos, oxímetros, bombas de infusão e materiais para ventilação não invasiva. 

O espaço contava com quatro leitos de enfermaria. Houve uma ampliação e a unidade passou a comportar 19 leitos para pacientes com Sars-Cov-2. O hospital também dispõe de sete leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para o tratamento da covid-19.