Fale Conosco

Como escreve bem o secretário de Comunicação Nonato Bandeira e, mesmo quando se esconde atrás de um pistoleiro verbal pra atacar as escondidas quem não tem coragem de atacar de frente, eu sempre identifico seu estilo.

O mormaço de Jampa lhe inspira e ele destila seu veneno em ataques a homens de bem na mesma proporção em que financia o vício de vagabundos das letras, escória do submundo da mídia.

É Nonato quem tem se movimentado nos bastidores para desmoralizar o Poder Judiciário, pois o quer acuado, refém de Ricardo Coutinho. Hora ele manda o pinóquio atacar, noutra pede ao pistoleirozinho verbal que jogue gasolina.

É Nonato quem vai a jantares cujas fotos se eu as divulgasse revelariam quem manipula decisões jurídicas em favor do Governo.

Eram quatro togados em um jantar com Nonato, Gilberto Carneiro e o operador/juiz do escritório de lobys e outras cassetadas jurídicas.

O restaurante escolhido era discretíssimo e a data separava cinco dias apenas do julgamento de alguém que o chefe de Nonato teme e foge como o diabo foge da cruz.

Por favor, não peçam para esse blogueiro publicar as fotos, pois deixariam algumas excelências numa saia justa e os familiares envergonhados por saberem de onde veio o dinheiro da próxima viagem a Europa.

Uma coisa é um Pinóquio e um pistoleirozinho verbal vagabundo semearem ilações; outra é uma metralhadora ponto 50 disparar uma rajada de fotos e fatos.

Coragem eu tenho de publicar as fotos comprometedoras daquela negociata acertada em um jantar no restaurante que por ingenuidade postou as ilustres presenças no Facebook com data e tudo. Será que alguém gravou o áudio?

E do mesmo jeito que um dia avisei que tinha provas, que não estava só e depois postei aquele email enviado de um Blackberry, se provocar acabarei jogando aquelas fotos de Nonato, Gilberto Carneiro, o operador e quatro excelências no ventilador.

Nonato escreve bem e eu identifico mesmo quando se esconde atrás de um pistoleirozinho news, mas, o recado que manda no varejo, talvez não agüente receber respostas no atacado.