Fale Conosco

O vereador Marcos Vinícius não é apenas um submarino. É um submarino nuclear, daqueles que transitam por todos os mares sem se deixar impregnar pela maresia de nenhum.

Se já era poderoso sem fazer um único discurso no Plenário da Câmara de João Pessoa, o que dizer de portar agora uma caneta cheia de tinta, cujo orçamento é maior do que a maioria dos municípios paraibanos?

Marcos teve competência para sobreviver na oposição a Ricardo, quando esse era prefeito, foi discreto e eficaz quando foi governo com Cícero e um grande estrategista da comunicação no Cartaxo 1, quase saltando da Secom para a chapa majoritária na condição de vice.

Sobre esse episódio da vice de Cartaxo, Marcos revelou seu pragmatismo quando, sendo o indicado consensual do PSDB, abriu para o indicado do PMDB, Manoel Junior, em nome da unidade.

Não à toa fez o até então imbatível Durval renunciar a candidatura e foi eleito em chapa única, façanha bem ao seu estilo mineirinho.

Não se surpreendam se Marcos decidir alçar voos mais altos já em 18, pois ele tem inteligência, sorte e coragem.

DÉRCIO ALCÂNTARA