Fale Conosco

A Operação Previna-se resultou em três interdições, cinco auto de infrações e dez notificações, além de um Boletim de Ocorrência por agressão a um dos fiscais da equipe da Prefeitura de João Pessoa, durante o último final de semana. A ação da Prefeitura tem sido feita durante toda a semana e intensificada aos sábados e domingos para garantir o cumprimento das medidas estabelecidas no Decreto Municipal para combater a disseminação da Covid-19 na Capital. O trabalho contou com a participação da Vigilância Sanitária, Procon-JP, Secretaria Municipal Desenvolvimento Urbano (Sedurb), além da Guarda Civil Municipal (GCM).

No último final de semana o trabalho foi concentrado nos bairros de Manaíra, Tambaú, Bessa, Cabo Branco, Torre, Geisel, Bancários, Timbó e Mangabeira. “Encontramos muita gente nas ruas. Os bares e lanchonetes sempre no limite de suas lotações. Isto mostra que as pessoas não estão muito preocupadas e se comportam como se a doença não fosse mais uma ameaça”, disse Renata Albuquerque, da Vigilância Sanitária Municipal.

Segundo ela, o trabalho da Operação Previna-se é contínuo. “Nosso trabalho é educativo. Atualmente estamos na bandeira amarela, mas se a população não nos ajudar, poderemos voltar para a bandeira laranja e ter que adotar medidas mais restritivas no combate ao coronavírus”, argumentou.

Os estabelecimentos interditados foram dois em Manaíra e um no Geisel. Em geral a causa da interdição é o excesso de pessoas no local, funcionamento excedendo o horário estabelecido no decreto ou pela falta do uso da máscara. Ela relatou, ainda, que o caso da agressão a uma das fiscais, que resultou num Boletim de Ocorrência,foi pontual. Nesse bar estavam fazendo apenas uma ação de orientação e o músico,por não aprovar a ação da Prefeitura, agrediu verbalmente e fisicamente uma das fiscais.

Já a equipe do Procon Municipal realizou duas autuações no bairro de Manaíra. As autuações ocorreram em decorrência de aglomeração de pessoas na área externa do estabelecimento, pouco espaçamento entre as mesas e pela falta do álcool em gel. Também foram repassadas 13 orientações aos comerciantes, que são feitas mediante o descumprimento de um dos itens que constam na lista de ações preventivas a Covid-19.

As equipes da Sedurb e a Guarda Civil Municipal também intensificaram o trabalho de fiscalização nas áreas públicas e conscientização aos consumidores com relação ao cumprimento dos protocolos de saúde em prevenção a Covid-19.

Decreto – As novas regras do decreto municipal começaram a valer no dia 20 de maio e vão até 02 de junho. Entre outras coisas as novas regras incluem restrição de mobilidade entre 0h e 5h, limitação de abertura de bares, restaurantes e similares (6h às 22h), com apenas 30% de sua capacidade e fechamento da orla e de praças públicas das 17h às 5h. O decreto pode ser prorrogado ou modificado alinhado ao cenário da pandemia na cidade.

Denúncias – A população pode colaborar com o trabalho da Operação Previna-se e garantir o cumprimento do decreto municipal, por meio do telefone 160 ou 98600 4815, das 8h às 00h, todos os dias da semana.