Fale Conosco

Sem provas, a Justiça vem aos poucos extinguindo as medidas cautelares dos envolvidos com a Operação Cartola – acusados de manipular resultados de partidas do Campeonato Paraibano de Futebol. Na semana passada, quatro ex-dirigentes e um empresário tiveram revogadas as restrições de comparecer uma vez por mês na Vara e pedir autorização para viagens.

Ontem, outros 17 réus também receberam a diminuição de algumas cautelares. Todos, no entanto, estão impedidos de, por exemplo, frequentar estádios de futebol.

Advogados de defesa têm dito, pelo teor dos depoimentos após duas audiências, que nenhuma prova que incriminasse os acusados foi apresentada. “Na primeira audiência, das 12 pessoas que foram depor como testemunhas de acusação, nenhuma apresentou provas nem disseram ter presenciado compra de resultados de partidas, árbitros ou assistentes para manipular o placar dos jogos”, afirmou.

Da redação