Fale Conosco

EXCLUSIVO – Pietro Harley Dantas Felix, acusado pelo empresário Daniel Gonçalves de aplicar um golpe de R$ 2,3 milhões com a conivência da Prefeitura de João Pessoa, deixou marcas da sua presença em mais uma licitação, onde novamente aparece como representante de empresas que não lhe pertencem.

Na ata de registro de preços 057/2010, referente a pregão da Secretaria de Educação da capital, Pietro assina pela empresa L & M Lojão do Escritório, que venceu um dos lotes, no valor de R$ 2.018.730,00, conforme documento abaixo:

pietro

Para quem pensa que acabou por aí, a mesma concorrência trouxe o telefone celular de Pietro (83) 8757-4998, só que como fone/fax da empresa Soluções AP, que ganhou um lote no valor de R$ 1.720.950,00. Nossa equipe tentou contato com Pietro, mas o mesmo não atendeu ao celular.

f

Ao todo, o intermediador estaria envolvido supostamente na negociação de R$ 3,7 milhões, apenas nesta publicação. Os dados que denunciei aqui estão disponíveis no Semanário da PMJP, edição de 12 a 18 de setembro de 2010, também em plena campanha eleitoral.

Pergunto ao irmão do governador. Coriolano, se jabuti não sobe em árvores, quem deu essa carta branca para Pietro deitar e rolar nas licitações da prefeitura de João Pessoa?