Notícias

Onda vindo do interior propõe que PMDB lance chapa puro sangue com Veneziano, Nabor, Roberto Paulino e Maranhão

O ex-prefeito de Patos, Nabor Wanderley, pai do deputado federal Hugo Mota, tem sido lembrado por peemedebistas cuja opinião começa a formar maioria dentro do partido diante do impasse com o PT para formar a chapa e anunciar até o dia 20, como deseja Veneziano.

Falo dos que defendem chapa puro sangue com Veneziano para governador, Nabor Wanderley vice, Maranhão senador e Roberto Paulino suplente. E essa onda vem do interior para a Capital. 

Essa engenharia poderia trazer de volta Benjamim Maranhão ao convívio e o tempo de guia do seu Solidariedade somado ao do PMDB chegaria a 3,5 minutos.

Com os 50 segundos por ter candidato majoritário, e mais  a divisão equânime da sobra, Veneziano teria um guia de cinco minutos, mesmo sem contar com PT , PR e PSC.

Contando o tempo de guia desses três partidos iria para 9,5 minutos, o maior e com direito a um bombardeio de 18 inserções de 30 segundos por dia, algo em torno de duas inserções a cada brake da programação normal, uma supremacia que dará para sufocar qualquer adversário com denúncias ou massificar qualquer proposta rapidamente.