Fale Conosco

As obras do Hospital Metropolitano de Santa Rita já estão causando um prejuízo de R$ 8 milhões à Engefor Mix Saneamento e Construção Ltda, empresa responsável pela construção do prédio e aos trabalhadores por falta de pagamento do governo do Estado. As obras estão se arrastando há quase nove meses e esta é mais uma das obras do governo as quais foram dadas a ordem de serviço e esta paralisada.

O prédio ainda nem saiu dos alicerces e há poucos trabalhadores no canteiro de obras, que confirmaram que os serviços não estão andando. O mestre de obra, José Sarmento disse que no momento, os trabalhadores estão apenas “brincando de aterrar” manualmente o alicerce porque não houve o pagamento por parte do governo e a empresa enfrenta um prejuízo enorme.

Mais de 90 operários também foram demitidos porque o governo não efetuou o pagamento à empresa do Estado de São Paulo responsável pela obras contratada pelo governo do Estado. O mais grave ainda é que o governo federal através do Ministério da Saúde já liberou 93,5 % dos recursos para a construção do Hospital orçado em de R$ 60 milhões – sendo R$ 30 milhões de contrapartida do Estado e R$ 30 milhões do Orçamento Geral da União (OGU).