Fale Conosco

O deputado André Amaral (PMDB/PB) foi recebido pelo Chefe Geral da Embrapa Mandioca e Fruticultura – vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Dr. Alberto Duarte Vilarinhos, em Cruz das Almas, na Bahia, na manhã desta segunda-feira, 13 de março, para conhecer o Reniva (“Rede de multiplicação e transferência de materiais propagativos de mandioca com qualidade genética e fitossanitária).

A Embrapa Mandioca e Fruticultura desenvolveu a versão do Reniva para o Plano Brasil sem Miséria (PBSM), financiada pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, e o Reniva Nordeste, custeado pelo Ministério da Integração Nacional.

O Reniva tem como principal objetivo de estabelecer as bases para criação de uma rede de multiplicação e distribuição de manivas-sementes de mandioca, de diferentes variedades, para atender às regiões produtoras.

Os pontos chaves do projeto são a produção profissional de manivas, a montagem da rede, a qualidade genética, a sanidade das sementes, a capacitação e a assistência técnica que propiciam um ganho de escala na produção da mandioca.

Durante a visita de campo junto com o Chefe Adjunto de Transferência de Tecnologia Aldo Vilar Trindade, o deputado foi informado que a Embrapa detém 2.000 variedades de sementes em seu acervo técnico-experimental.

Segundo o deputado André Amaral a Mandioca é uma grande alternativa para o pequeno agricultor, e o RENIVA viria para aumentar a produtividade e lucratividade desse produtor por hectare, e com isso contribuir para o fortalecimento da agricultura familiar, gerando mais emprego e renda no meio rural, como também, a melhoria da qualidade de vida das famílias.

“Com o material de alta qualidade genética e fitossanitária será possível proporcionar a melhoria dos sistemas de produção e do agronegócio dessas culturas na Paraíba, bem como a preservação ambiental, principalmente na Mata Paraibana e no Agreste. Nestas áreas, essas lavouras apresentam enorme importância socioeconômica, como fonte alimentar e como geradora de renda básica para as famílias”, afirmou o deputado.

Fonte:Assessoria