Fale Conosco

Em nada me espantou a notícia publicada hoje sobre o depósito de mais de um milhão de reais da empresa Ideia Digital, a mesma contratada para realizar o projeto “Jampa Digital”, na conta de campanha do governador Ricardo Coutinho nas eleições de 2010, conforme apresenta relatório do Tribunal de Contas do Estado.

Desde que a denúncia foi veiculada no Fantástico que os escudeiros de Ricardo tentam, sem sucesso, se explicar, justificar e esconder o que foi apresentado hoje. Mais uma vergonha comprovada e divulgada em rede nacional.

O caso do “Jampa Digital” abre a prerrogativa de que essa prática pode e deve ter acontecido em outros projetos de outras pastas com novas empresas. Outros projetos que talvez nem tiveram show para comemorar o saldo na conta de campanha, mas que surrupiaram os cofres públicos para colocar o ditador no trono dourado.

Muito estão dizendo que o pior de tudo é o projeto não funcionar em canto nenhum, esses são aqueles que apóiam os que roubam, mas fazem alguma coisa. Outros dizem que o pior é a maracutaia, o crime deslavado, intento contra nosso bolso.

Na minha humilde opinião, o pior é Ricardo Coutinho ter chegado ao cargo máximo da administração estadual. Isso porque a Paraíba estava nas mãos de um criminoso que foi afastado pelo STF e quando íamos restabelecer a ordem iniciada por José Maranhão, outro criminoso com um girassol na lapela tomou o poder na mão grande.

Usou o meu e o seu dinheiro para isso. Foi sórdido, rasteiro. Para piorar a nossa situação ele pegou a máquina estatal e em pouco mais de um ano sambou na administração como se estivesse no quintal de casa.

A resposta de Ricardo precisa vir da justiça, assim como foi feito com seu comparsa Cássio. Mas, sabemos que ela tarda, por isso podemos dar uma primeira resposta nas urnas, em toda a Paraíba. Cada cidadão eleitor que ama esse estado deve dizer não as propostas de administração que fazem parte do grupo desses criminosos.