Fale Conosco

Confesso que tenho medo do escuro. Principalmente de saltar no escuro e acho que esse medo é comum. Todo mundo tem. O cerco feroz do PSDB ao PT, Lula e a pressão pelo impeachment de Dilma me preocupa pela pergunta que me faço constantemente. E depois?

Não concordo com a bandalheira dos aloprados do Planalto, acho que quem sujou as mãos tem que responder pelo desvio de conduta, mas também sei que não foi o PT quem inventou esse by pass e nem foi Dilma quem inventou a corrupção no Brasil.

Se é para cassar, levar para cadeia e tudo mais, façam logo uma licitação para construção de novos presídios, pois quase todo o Congresso vai ser enjaulado, e saibam que haverá corrupção nesta licitação.

De direito, não há elementos ainda para juridicamente justificar o processo de impeachment da Presidente. De fato, as descobertas da Operação Lava Jato revelam que os envolvidos confiavam na impunidade.

A preocupação do PSDB com o pós impeachment é tão grande que também querem tirar Lula do jogo, tornando-o inelegível.

Ou seja: os tucanos não querem só ganhar no tapetão. Trabalham com o cenário de revelia, ascendendo ao poder por WxO.

Mas, quem são os tucanos para arremessar pedras no telhado de vidro do PT? Anjos ou demônios?

Se colocarmos na balança toda a classe política, poucos, pouquíssimos mesmos escapam da classificação de corruptos. Não há só um vácuo de lideranças hoje no Brasil, há uma lacuna de lideranças honestas.

Tirar Dilma, que peca pela falta de traquejo para lidar com a classe política, para botar alguém que saciará a classe política, seria o maior de todos os erros. Não só um salto no escuro, mas um salto num poço sem fundo e escuro.

Passar à limpo o Brasil com a maior operação de desmonte da corrupção eu defendo, mas fazer de Dilma um bode expiatório eu condeno.