Fale Conosco

A política é um terreno diferente de qualquer outro e um não pode significar um sim e um sim pode significar um não. Tudo sem delongas e constrangimentos. Portanto, entendam um não como um sim e um sim como um não.

Nesse episódio nebuloso das suspeitas de jogo duplo que recai sobre o PP de Enivaldo Ribeiro mais um detalhe acende as labaredas da fogueira da suspeição com fundamentos e credibilidade.

Foi dito por Inácio falcão que Daniella Ribeiro é a candidata de Ricardo Coutinho a prefeita de Campina.

A moçoila desmentiu rápido para não absolver a rejeição absurda que o governador tem na cidade, mas sua veemência instantânea foi atropelada no meio do caminho pelo fato de o partido dirigido por seu pai ter sido anunciado como integrante do Conselho Político de Agra sem que houvesse uma reação ou desmentido da executiva estadual.

Para não dizer que eu estou inventando ou pegando no pé escorregadio, quero aqui lembrar que Cícero bateu o pé e não deixou o PSDB integrar o conselho, mesmo sofrendo fortes pressões de João Gonçalves, Hervázio e Cássio, e que o PR de Wellington e o PPS de Bernardino também bateram o pé e não fazem parte desse conselho.

Mas o PP não. Faz parte e ainda quer a vice de Agra, o candidato de Ricardo Coutinho a reeleição em João Pessoa.

Como pode o PP de Enivaldo ser cara em Campina e coroa em João Pessoa? A não ser que a estratégia seja fazer jogo duplo até o último instante.

Pouca gente sabe, mas na CPI dos Outdoors o cara acusado de comandar o esquema que denegriu os deputados é filiado ao PP. Esquisisto…mas Jair Soares, o testa de ferro de Nonato Bandeira, também é “progressista”. Vocês também não acham que tem alguém mentindo?

Você acha que o PP é cara, coroa ou duas caras?