Fale Conosco

Abaixo, resposta bonita e com luvas de pelica que a cantriz Elba Ramalho postou para deixar a voz do portador das grosserias dirigidas a ela recolhido a sua insignificância.

“Meu amigo, minha opinião sobre manter a tradição musical na festa mais significativa do Nordeste, ou melhor, em Campina Grande, que realiza o maior São João do Mundo, não pode ser avaliada pelo senhor como algo negativo. O senhor está tentando me julgar por eu ser verdadeira nos meus posicionamentos, quando deveria me respeitar por estar no cenário artístico mundial há quase quarenta anos, sem trair, em nenhum instante, nossa cultura, nossos costumes, nossas raízes, nossa terra. Sobre a transposição, pedi apenas, na época, que o rio São Francisco fosse revitalizado antes de se realizar uma obra desse porte. Minhas palavras foram deturpadas e sofri agressões de toda espécie, inclusive ameaças de morte. Nunca estive contra nosso povo, nem antes nem agora. Voltando ao São João, repito: prefiro o velho e bom forró que aprendi a amar com os mestres Jackson do Pandeiro, Gonzagão, Dominguinhos, Marinês….mas quem sou eu para interferir em negócios que envolvem coisas que não entendo. Respeito meus colegas sertanejos, mas gostaria de ver o nosso forró de ponta a ponta na nossa festa. Seu rancor contra minha pessoa me causa tristeza, afinal nunca lhe fiz mal algum, nem a ninguém, ao contrário, só tenho amor no meu coração. E é esse amor acrescido de paz e bem que lhe desejo!

Mais um detalhe: ser velha não é desonra. Não se preocupe, o senhor chega lá”                  

Elba Ramalho