Fale Conosco

Não é só a condição de condenado ou “injustiçado” que leva Lula a bater o pé para ficar na Polícia Federal em Curitiba. Ao Radar, um de seus mais próximos conselheiros, explicou outro bom motivo para que o petista tenha medo do semiaberto. É que, uma vez fora da PF, ele estaria sujeito a ser mandado direto para Tremembé, em São Paulo, quando condenado pelo caso do sítio em Atibaia.

“Querem que ele morda a isca”, disse um de seus advogados.

A informação é da coluna Radar da Veja.

Da redação